Tiago Cadete, nasceu em Portugal.
Vive entre Portugal e Brasil.
iagocadete@gmail.com


O seu trabalho situa-se na fronteira entre as artes performativas e Visuais. Frequenta o doutoramento em artes visuais EBA-UFRJ, onde é mestre pela mesma instituição. Foi bolseiro da GDA- Gestão dos Direitos dos Artistas na Pós Graduação em Sistema Laban/Bartenieff- Faculdade de dança Angel Vianna/ Laban. É licenciado em Teatro pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Tem o curso Programa Aprofundamento_Criação Artística Escola de Artes Visuais Parque Lage; tendo realizado ainda workshops e masterclass com Romeo Castellucci; João Fiadeiro; João Mota; Alfredo Martins; Gustavo Ciríaco, Fernanda Eugénio, entre outros.

Até hoje o seu trabalho e colaborações tem sido apresentado em diversos países tais como: Portugal, Rússia; Républica Checa, Romênia, Espanha, França, Italia, Brasil, Bélgica, México, China, Cuba, Estados Unidos da América, Reino Unido, Argentina e Uruguai.

Colaborou com os coreógrafos Francisco Camacho, Carlota Lagido, David Marques, Sílvia Real, Mariana Tengner Barros, Rafael Alvarez, Gustavo Ciríaco, Tino Sehgal e com os encenadores Jorge Andrade, John Romão, Jorge Silva Melo, João Brites, Alfredo Martins.

Criou os espectáculos “HIGHLIGHT” (2011) “GOLDEN” (2014)  “ALLA PRIMA” (2016) “ENTREVISTAS” (2018) e “FIUME” (2020). Colaborou com David Marques no espectáculo “APAGÃO” (2017). Entre 2009 e 2014 colaborou com Raquel André tendo criado:  “NO DIGITAL”,  “LAST” e “TURBO_LENTO”.

Realizou a instalação “RESERVA TÉCNICA” no Centro cultural correios (Brasil, São Paulo, 2017) “UNDER” no espaço Islington Mill (Manchester, Inglaterra, 2016). Apresentou a performance “PORMENOR”, na Praça Tiradentes (em parceria com o Centro de Artes Hélio Oititica, Rio de Janeiro, 2015). Dentre suas participações em exposições coletivas, destaque para “Face a face” (Parque das Ruínas, Rio de Janeiro, 2016), “A casa dos pais” (Casa Contemporânea, São Paulo, 2014) e “V Mostra Parque Lage” (exposição de conclusão do Aprofundamento, Parque Lage, Rio de Janeiro, 2014). Performance Vitória Suite no museu Mac de Niterói (Brasil, Niteroi, 2014). Em 2011 participou no projecto europeu de pesquisa e criação de performance com novas tecnologias A.D.A.P.T Advancing Digital Art Performance Tecniques. (Portugal, República Checa, Romênia, França, Bélgica)

Colaborou em performances dos artistas visuais: Tino Sehgal; Jorge Soledar; Suzana Queiroga e Dudu Quintanilha.

Participa no Fórum do Futuro'17 terra eléctrica /Happy Together-MalaVoadora com a instalação “Amazonia não é uma ficção”.

Colabora regularmente com o Serviço Educativo da Culturgest, destacando as criações “GULLIVER” (2019), “PANGEIA” (2017), “A HISTÓRIA QUE NÃO QUERIA SER LIVRO” (2013) e “A CAIXA MÁGICA” (2011).
Orientou diversos workshops em vários países europeus, sul-americanos, asiáticos.

Foi artista associado à EIRA entre 2010-2017



EN


He was born in Portugal, but currently lives between Portugal and Brazil. His line of work lies on the border between the performing and visual arts.

He attends the visual arts PHD at EBA-UFRJ, where he has also earned his master degree. He received a scholarship from the GDA-Gestão dos Direitos dos Artistas to attend the Post-Graduation in the Laban/Bartenieff System at the Angel Vianna/Laban Dance University. He has a degree in Theater from the Escola Superior de Teatro e Cinema. He finished the course Programa Aprofundamento_Criação Artística Escola de Artes Visuais Parque Lage having also held severall workshops and masterclasses with Romeo Castellucci; João Fiadeiro; João Mota; Alfredo Martins; Gustavo Ciríaco, Fernanda Eugénio, among others.

So far his work has been presented in countries such as: Portugal, Russia; The Czech Republic, Romania, Spain, France, Brazil, Belgium, Mexico, China, Cuba, United States of America, United Kingdom, Argentina and Uruguay.

He has collaborated with choreographers Francisco Camacho, Carlota Lagido, David Marques, Sílvia Real, Mariana Tengner Barros, Rafael Alvarez, Gustavo Ciríaco, Tino Sehgal and with the directors Jorge Andrade, João Romão, Jorge Silva Melo, João Brites and Alfredo Martins.

collaborates with David Marques on “APAGÃO” (2017). He created the shows “HIGHLIGHT” (2011) “GOLDEN” (2014) and “ALLA PRIMA” (2016), which premiered at the Festival Temps d'Images (Lisbon). Since 2009, he regularly collaborates with Raquel André, having created “NO DIGITAL”, “LAST” and “TURBO_LENTO”, with the support of the Fundação Calouste Gulbenkian, GDA-Gestão dos direitos dos artistas e da Dgartes/Governo de Portugal.

He did the installation “RESERVA TÉCNICA” in the Centro Cultural Correios (Brazil, São Paulo, 2017) “UNDER” in the space Islington Mill (Manchester, England, 2016) and presented the performance “PORMENOR”, in Praça Tiradentes (in partnership with the Centro de Artes Hélio Oititica, Rio de Janeiro, 2015). Among his participation in collective exhibitions, he highlights “Face to Face” (Parque das Ruínas, Rio de Janeiro, 2016), “A casa dos pais” (Casa Contemporânea, São Paulo, 2014) and “V Mostra Parque Lage” (conclusion of the Programa Aprofundamento_Criação Artística, Parque Lage, Rio de Janeiro, 2014). Performance Vitória Suite at the Mac Niterói Museum (Brazil, Niteroi, 2014).

In 2011 he took part on the european research and creation project on performance with new technologies A.D.A.P.T Advancing Digital Art Performance Techniques (Portugal, Czech Republic, Romania, France, Belgium). He collaborated on the performances of the visual artists: Tino Sehgal; Jorge Soledar; Suzana Queiroga and Dudu Quintanilha. He regularly collaborates with the Serviço Educativo da Culturgest, namely with the creations “GULLIVER” (2019), “PANGEIA” (2017), “A HISTÓRIA QUE NÃO QUERIA SER LIVRO”  (2013) e “A CAIXA MÁGICA” (2011). He has given workshops in several European, South American and Asian countries.

EIRA associated artist between 2010-2017